terça-feira, 10 de maio de 2016

MINISTÉRIO INFANTIL É COISA SÉRIA!!




 “Quanto a estes pequeninos que crerem em mim, se alguém for culpado de um deles me abandonar, seria melhor para esta pessoa que ela fosse jogada no lugar mais fundo do mar, com uma pedra grande amarrada no pescoço” (Mateus 18.6)

Jesus adverte duramente nesse texto expressando o quanto ama e tem compromisso com as crianças.

Amamos as crianças e temos compromisso com elas?

 A infância é o melhor tempo para aprender sobre Deus (Provérbios 22.6), mas para que ensinemos às crianças, precisamos ser como elas.

Na visão de Cristo, ser como uma criança é crer e receber a Ele, é receber o Seu Reino (Marcos 10.15), é entregar-se a Ele com humildade, com simplicidade, sem reservas, limpo de coração, com sinceridade. É permitir-se relacionar-se com Jesus, conhecendo-o mais a cada dia, fazendo o esforço para imitá-lo.

Jesus fez um apelo aos seus seguidores dizendo assim: “Aquele que, por ser meu seguidor, receber esta criança, estará recebendo aquele que me enviou. Pois aquele que é o mais humilde entre vocês, é esse que é o mais importante”

O primeiro Reino de Deus deve ser em nossas vidas, e para que isso aconteça precisamos ser como crianças, na santidade, mas amadurecidos espiritualmente.

O nosso desafio como seguidores de Cristo (isto inclui a família, a igreja e uma sociedade verdadeiramente Cristã) é defender e preservar a infância na íntegra, ou seja, como ser espiritual, físico, intelectual, emocional e social.

Precisamos estar preparados de forma consciente e cuidadosa, nessa grande e importante missão que é alcançar as crianças, pois “Assim também o Pai de vocês, que está no céu, não quer que nenhum desses pequeninos se perca” (Mateus 18.14)

Deus abençoa a vida daqueles que entregaram suas vidas a Ele, e desejam de fato servi-lo no ministério de ensino às crianças. Deus está mais interessado na vida de quem ensina e não nos seus métodos, recursos, apresentações, etc.(Jeremias 9.23 e 24)

A Palavra de Deus nos diz em 1 Timóteo 4.16 assim: “ Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Continua nestes deveres; porque, fazendo assim, salvarás tanto a ti mesmo como aos teus ouvintes”.

É necessário que enxerguemos quem é Deus, que o conheçamos intimamente e que focalizemos nEle em todas as situações, especialmente quando aparecerem os problemas.
Devemos ter nossos corações sarados e limpos, cheios de Deus para termos condições de conduzir as crianças no caminho.

Só poderemos ensinar sobre Deus às crianças, se primeiramente conhecermos a Ele e o seu caminho. (Êxodo 33.13) O tempo todo, somos observados e imitados pelas crianças e isso nos demanda uma responsabilidade grande e decisiva, na formação e desenvolvimento das mesmas.

Produção Taty Amaral
   

Nenhum comentário: